domingo, 10 de agosto de 2008

Uma coisa curiosa

Foi agradável o Sporting 2 (Derlei, João Moutinho), Sampdoria 0. Equipa arrumada, trocas compreensíveis de jogadores na segunda parte e João Moutinho integrado (não sei com quantos sapos engolidos e por quem). Uma coisa apenas que achei curiosa… Confirma-se o problema Caneira, que desta vez acabou por entrar na segunda parte para defesa direito. O auto-intitulado «grande líder»(?), pelo estatuto que incompreensivelmente ganhou parece ser um factor de pressão para Paulo Bento, que tenta rodá-lo por todas as posições onde é costume no futebol colocar os jogadores com falta de jeito. Caneira já percorreu por isso os lugares todos da defesa e o de médio mais recuado. Vamos a ver se o treinador cai na asneira de lhe dar a titularidade… Há sempre essa hipótese, embora pelo que se tem visto ela não pareça muito forte. Paulo Bento certamente lembra-se de como há duas épocas começou a perder o título no jogo em Paços de Ferreira, em que Caneira ofereceu o empate, depois de na primeira volta, na recepção ao Porto, já ter sido também um dos que esteve envolvido no falhanço que permitiu a Quaresma evitar uma derrota que parecia ir tomando forma. Ainda em relação a Caneira e àquela ideia parva de ser um «grande líder»(?), suspeito de que ele a atirou para o ar na sequência do caso João Moutinho, provavelmente por ter esperanças de que ainda poderia chegar a capitão do Sporting. Depois de já termos tido o Custódio, nem seria de admirar…
.

3 comentários:

Manuel Leão disse...

António:

Lamento, mas não estou de acordo consigo. Eu já tinha escrito, algures, que Caneira iria ser testado também como defesa esquerdo. Porquê? Porque Abel não tem a concentração competitiva que o lugar exige. De vez em quando aparesse "despassarado", não vai à bola na altura certa e depoois persegue o adversário até fazer falta por trás. Caneira defendeu melhor no sábado. Tem mais rigor a defender. Por outro lado, passa a bola preferencialmete para a frente, ao longo da linha. Abel corre com ela e de repente pára e joga para trás. Abel, dos habituais titulares, é hoje, para mim, o elo mais fraco. Nos jogos onde é necessário defender com rigor, a minha escolha seria Caneira a defesa direito. Grimi jogou muito bem, Izmailov já está em boa forma, Veloso melhorou bastante e Moutinho está à regressar paulatinamente à forma. A ver vamos.

Saudações Leoninas.

amv disse...

Manuel

Você pode muito bem vir a acertar, porque a pressão para colocar Caneira a titular é muita. Como Caneira é um jogador bastante mau só poderá entrar nalguma posição da defesa e de facto Abel pode ser o sacrificado, pois certamente não há coragem para tirar Grimi ou Polga e talvez também Tonel se aguente (é um bom jogador e marca golos). Entre todos os defesas do plantel, Caneira só é comparável em falta de jeito com Polga, mas Polga tem duas vantangens enormes sobre ele: é muito mais forte e aplica-se muito mais. Se Caneira substituir Abel será pelo facto de Paulo Bento não resistir à pressão (nem sei de quem, é uma coisa que anda no ar, ainda ontem à noite o Rui Santos também falava do problema de encontrar um lugar no onze para Caneira, como se estivesse a falar, sei lá, do Ricardo carvalho...); a decisão de prescindir de Abel por causa de um mau jogador que diz que é «um grande líder» seria despropositada porque comparar Abel (que é indiscutivelmente um bom jogador, e que como muitos bons jogadores já teve as suas falhas) com Caneira é o mesmo que comparar a obra completa do Mário de Carvalho com um manual de auto-ajuda.

Abraço,

António

Manuel Leão disse...

António:

Vai soar a "cliché", mas é isto que faz o sortilégio do futebol. O futebol não é, de facto, uma ciência e, mesmo que o fosse, não seria uma ciência exacta.

Por favor, não me fale de Rui Santos, esse provocador. Ontem, depois de puxar o lustro aos sapatos de Jesualdo e do Quique (como fez, no ano passado, ao Camacho, tão justamente como se viu no fim), provocou novamente Paulo Bento. Disse, mais ou menos, isto: O Sporting tem uma boa equipa, resta saber se tem um treinador à altura das exigências.
E depois, tal como quem faz o mal e, depois, a caramunha, disse: Paulo Bento não deve gastar o tempo a responder ao que se diz nos "media". Não são citações SIC, mas o sentido era esse.
O que é que se pode dizer de um carácter destes? Eu sei, mas a educação que recebi impede-me de o dizer e muito especialmente dentro do seu “blog.”

Saudações Leoninas.