quarta-feira, 27 de maio de 2009

Uma brincadeira

Depois da ida de Oliveira e Costa à Assembleia da República, e do que disse, mais notória fica a incomodidade com a presença de Dias Loureiro no Conselho de Estado. E a vergonha que essa presença constitui. Aliás, para percebermos isso, nem era preciso termos as revelações de ontem de Oliveira e Costa. Cavaco Silva criou um enorme problema ao nomear Dias Loureiro para o Conselho de Estado, uma pessoa que nada recomendava para o lugar já antes do que se vai sabendo do BPN. Confundiu as coisas. Foi leviano. Lugares como o que Dias Loureiro ocupa não são para distribuir pelos amigos. Tudo parece, afinal, uma brincadeira. E não é a primeira vez que Cavaco Silva parece brincar com coisas sérias.
.

Nota: pouco depois de publicado este texto, foi anunciada a renúncia de Dias Loureiro ao cargo de conselheiro de Estado...

4 comentários:

Manuel Ramalhete disse...

António:

Com o devido respeito pelo cargo institucional, a análise política do seu "post" está totalmente correcta. Nem mais!

Um abraço.

Jade disse...

E assim vão os "nossos" políticos...e o nosso país... E são estas "brincadeiras" que afastam os nossos jovens da politica na qual acreditam cada vez menos...

AMV disse...

Manuel

Infelizmente ainda vamos ver muita porcaria por causa disto.

Abraço

AMV disse...

Jade

Não afastam apenas os jovens; afastam quase toda a gente.

Abraço