domingo, 17 de agosto de 2008

Em cima da oliveira

Hoje, ao princípio da tarde, por aqui.
.

4 comentários:

Luís Graça disse...

À sombra de uma oliveira...
O Lito é a Sleaping Beauty. Qual é o príncipe encantado que o despertará?

leonor disse...

Este seu gato é lindo e tem de ar de ser um doce :-)

antónio souto disse...

Dorme, dorme teu sono lindo sem preocupações ou vertigens...
Em tua homenagem este belo poema de Vinicius de Moraes:


SONETO DO GATO MORTO

Um gato vivo é qualquer coisa linda
Nada existe com mais serenidade
Mesmo parado ele caminha ainda
As selvas sinuosas da saudade

De ter sido feroz. À sua vinda
Altas correntes de eletricidade
Rompem do ar as lâminas em cinza
Numa silenciosa tempestade.

Por isso ele está sempre a rir de cada
Um de nós, e ao morrer perde o veludo
Fica torpe, ao avesso, opaco, torto

Acaba, é o antigato; porque nada
Nada parece mais com o fim de tudo
Que um gato morto.

Gi disse...

Lindos, tanto o gato como a foto do gato.