sábado, 5 de julho de 2008

A teia de aranha na sebe

Podia ser o título de um romance. Mas de quem?
.

2 comentários:

Sandra disse...

Algodão doce para os olhos.
:)

Luís Graça disse...

Temos aqui um trabalho altamente elaborado.
Nestes casos, o que se deve fazer?
Destruir? Deixar estar?
Porque somos sempre protagonistas. Toda a gente tem direito a comer. Tanto a aranha como a vítima.
Será o sofrimento da vítima o elemento capital para nos decidirmos a tomar partido?