domingo, 27 de julho de 2008

O Sporting no bom caminho

Confirmou-se esta noite no jogo com o Benfica, para o Torneio do Guadiana – Sporting 2 (Yannick, Derlei), Benfica 0. O Sporting parece estar no bom caminho para ter esta época uma equipa muito competitiva. Com várias trocas em relação ao jogo de ontem (Blackburn Rovers), de novo a equipa mostrou que é capaz de cativar os adeptos (basta ver a entrega de Derlei, de Tonel, de Yannick, de Romagnoli, entre outros). Até Paulo Bento terá estado muito bem, com o sinal que deu ao deixar João Moutinho de fora depois das declarações idiotas que este fez para que o deixassem sair (Moutinho parecia ter um pouco mais de sensatez do que o pai em termos de declarações públicas, mas na volta terá sido mesmo o antigo ponta-de-lança de pouco mais de um metro e meio a ensiná-lo a dizer o que não deve).
Por esta firmeza até se desculpa a Paulo Bento a incompreensível decisão de fazer alinhar Caneira esta noite (como médio defensivo, que é o equivalente a meter Liedson à baliza ou Soares Franco a fazer dupla atacante com Purovic na esperança de os dois combinarem bem com a bola por serem mais ou menos da mesma altura). Ainda em relação a Caneira, ele poderá ser esta época um factor de intranquilidade na equipa, pelo estatuto que tem, pois haverá sempre a tentação de metê-lo a jogar – a lateral, a central ou até no meio campo, como aconteceu hoje –; e isso é preocupante quando se trata de um jogador que não tem valor para integrar o plantel de um clube como o Sporting.
Uma nota para o Benfica: parecia-me que as coisas estavam muito más, mas se calhar estão ainda piores do que isso.
.

6 comentários:

Luís Graça disse...

A ideia era ver o jogo. Desliguei a luz do quarto pelas 9 da manhã. Pus o despertador para as 18 horas.
Virei-me para o outro lado e saí da cama já era segunda-feira. Só deu para ver o "Homicídios Ocultos", que estava a começar.

Manuel Leão disse...

António:

Mais uma vez, sobre estas coisas, estou parcialmente em desacordo.

Caneira é um elemento importante no plantel, devido à polivalência que tem. A experiência de ontem, como trinco, há muito que estava "anunciada". Na ausência de Veloso, com Moutinho ou sem Moutinho, teria de ser feita. Cumpriu com discrição, o que, naquela posição, significa cumprir bem. Nem mais do que isso, mas também não menos.
Mas Caneira pode também jogar na direita, onde Abel tem estado, a meu ver, inábil. Pode jogar na esquerda, quando Grimi estiver ausente, dado que Ronny, ao fim destes anos todos, não evoluiu nada. Em breve, confirmada a não titularidade, entrará em letargia.
O António não referiu Polga o que, atendendo ao conceito que dele tem expendido, me autoriza a pensar que pelo menos, no seu entender, não esteve mal. Quanto a mim esteve bem.
Quanto a Moutinho foi um grande balde de água fria. Aqueles "chulos" encartados pela FIFA e, normalmente os próprios familiares, dão a volta à cabeça dos rapazes, acabando muitas vezes por matar "a galinha dos ovos de ouro". O Sporting não pode ceder, sob pena de perder o controlo da situação. Há que dar um sério aviso à navegação, mesmo em relação aos "navios" que ainda se não fizeram ao "mar".
Quanto ao Benfica, se o Quique não gosta de perder, só tem mesmo é que se ir habituando aos poucos ou aos muitos, de preferência. Quanto a Carlos Martins, seria bom que tivesse mostrado toda aquela determinação no Sporting, o que lhe teria evitado vestir a camisola berrante.

Saudações Leoninas.

amv disse...

Manuel

Em relação ao Caneira não vale a pena eu alongar-me, obviamente.

Quanto ao Polga, parece-me que esteve bem. Atenção, eu acho que o Polga não tem muito jeito para o futebol (fintas, passes, remates, essas coisas...), mas como é um jogador que se aplica muito, e extremamente dedicado, consegue compensar essa mesma falta de jeito; além de ter uma personalidade muito forte e de fisicamente ser também muito forte. Ou seja, quando não está naqueles dias de completo desvario as coisas até ficam seguras.
Quanto a Moutinho, há uma coisa que eu não sabia: aquilo da cláusula que prevê o pagamento ao atleta de dez por cento do valor da proposta que o Sporting recuse; não sei como foi possível terem arranjado uma cláusula que pode ser tão penalizadora para o Sporting, mas pelo que agora se vê o mais provável é que nem sequer pensassem alguma vez cumpri-la, o que significa colocar o clube no papel de faltoso. Moutinho terá por isso razões para querer sair se não estão a ser honestos com ele; deveria ter evitado aquelas declarações, mas há ali uma situação muito mal gerida pelos responsáveis do Sporting (eu reconheço por isso que terei sido algo injusto no comentário que fiz em relação a ele).
Como as coisas estão, Moutinho vai ser um problema, assim como será Miguel Veloso. Mas parece-me que a evolução do mundo do futebol também não deixa que as coisas sejam diferentes. Olhe, o Derlei é que parecia um jogador de outros tempos...
Quanto ao Carlos Martins, tenho muita pena de que não esteja no Sporting. Talvez pudesse ter sido mais ajudado, mas também não sei até que ponto não terá sido ele a deixar fugir a oportunidade de ser uma figura importante da equipa. Não sei como irão ser as coisas na confusão do Benfica.

Um abraço,

António

Manuel Leão disse...

António:

Tanto quanto eu sei são 10% da diferença entre 15M e 25M. A não ser assim, o Sporting era obrigado a aceitar 1M, por exemplo, ou pagava 100 mil. Ora isto seria a imbecilidade total. Eu sei que tem havido disparates, mas não abusem. Sempre tenho lido, no jornal o jogo, a primeira versão e não a segunda.

Saudações Leoninas.

amv disse...

Manuel

Independentemente de ser a totalidade ou a diferença, isto parece-me uma completa estupidez. Mas como temos gestores «brilhantes», pode ser que o que está acordado entre o Sporting e o jogador faça algum sentido. Não estou a ver, mas pode ser que faça. Uma coisa eu sei, se enganaram o jogador o mais certo é que não voltemos a contar com a dedicação que ele sempre demonstrou.

Abraço,

António

amv disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.