segunda-feira, 7 de abril de 2008

Pauleta volta a falhar

A imagem que tenho de Pauleta, sobretudo na selecção nacional de futebol, é a de falhanços, ou às vezes nem isso; às vezes o que acontecia é que Pauleta passava os jogos praticamente sem se mexer e a equipa parecia que jogava com dez. Mesmo assim, ele conseguiu tornar-se o jogador com mais golos marcados pela equipa portuguesa, muito à custa de selecções fraquíssimas e, lá de quando em quando, de uma ou outra distracção das defesas de selecções mais fortes (Brasil, Inglaterra e Holanda, por exemplo).
Mas se Pauleta nunca me surpreendeu com as más exibições na selecção (veja-se o Europeu de 2004 e o Mundial de 2006), uma vez devo confessar que me deixou espantado… Durante a preparação do Mundial 2006, uma rádio fez um trabalho com todos os jogadores seleccionados, pedindo que revelassem a canção da sua vida. Quando chegou a vez de Pauleta, imagine-se o que saiu? Nem mais nem menos do que uma coisa do Quim Barreiros chamada «A Garagem da Vizinha». Eu não conhecia a canção, mas a rádio meteu-a a tocar. No Youtube é capaz de dar para ouvir… Lembro-me de que na altura pensei: «mas é este tipo que na Alemanha vai jogar no ataque da selecção nacional, se calhar até como capitão?; isto não deve dar grande resultado!» Pauleta haveria de marcar um golo, logo no início do primeiro jogo, com Angola, o que foi um péssimo registo. Já a selecção, foi o que se sabe, fez uma competição fantástica. E com um jogador tipo Drogba no ataque, se houvesse por cá algum, certamente teria chegado ao título mundial.
Agora Pauleta surpreende-me de novo. Vai transportar a chama olímpica, alheio à barbárie chinesa no Tibete. Talvez seja o maior falhanço da sua carreira.

7 comentários:

CLeone disse...

António, o Pauleta acerta muitas mais vezes do que falha, quem me dera tê-lo no SCP na próxima época... Sobre o Tibete, convinha dizer-se o que se quer: independência? Ou autonomia? As duas coisas são muito diferentes. E as olimpíadas seviam, quandof roam criadas, para se suspender os conflitos os conflitos militares, não apra os prolongar por outros meios. Bem sie que entretanto já houve boicotes, ams tb esse mundo já acabou. Abraço

amv disse...

Carlos

Pauleta em vez de Purovic, tudo bem, em vez de Yannick nem pensar, em vez de Liedson nem em sonhos.
De qualquer maneira, se Pauleta marcou tantos golos às equipas mais fracas na selecção, no campeonato português também haveria de marcar muitos.

Quanto ao Tibete, como poderão eles saber o que querem, esmagados por um gigante como o país que os invadiu e ocupou? O que as pessoas de lá (as que têm mesmo de viver lá e as que conseguiram fugir) gostavam (e teriam gostado as que foram assassinadas), julgo eu, era de viver em paz e em liberdade. Coisa que a China impede, com boa parte do mundo ocidental de olhos fechados. Eu obviamente não levava a chama olímpica.

Abraço,

António

CLeone disse...

Olá António
Sabe, eu até acho que os tibetanos gostariam de se ver livres da China e sabem-no bem. O problema é que abrir essa porta pode bem precipitar na China o que se passou na URSS, com os resutlados instáveis que se sabe. Forçar a China não me aprece boa política. E usar as olímpiadas apra isso, então, muito menos (usá-las apra auto-propaganda tb não, claro, o boicote à abertura parece-me bem). No fundo, que mais me incomoda é a preocupação exclusiva com o Tibete: há muitos mais chineses a viver sem direits humanos do que tibetanos e desses ninguem fala desde tiananmen...
Abraço
Carlos

Cœur de Lion disse...

E verdade que o Pauleta nunca justificou na selecçao aquilo que fez em Bordeus ou em Paris. Dizes tu que o Pauleta é um pimba que representou a equipa nacional, tal como muitos outros pimbas antes, actualmente e depois sem falar naqueles que estao para vir e que muitos ja nem açoreanos nem portugueses sao. Esta descansado Antonio que eu se calhar até sou pimba, embora a minhas bandas preferidas sejam os Stones, U2...Madre de Deus, Chutos etc...
Nascido no Alentejo, na cidade de Montemor-o-Novo passei 25 anos em Paris e nem intelectual me considero, sempre por terras de França desta vez no sul para alem de ser Sportinguista tenho uma grande simpatia pelo Paris Saint-Germain, clube que como deves saber o Pauleta é capitao. Essa de ele transportar a chama Olimpica, fracamente Antonio, estou me lixando, pra China, pro Tibete pros comunistas, pros capitalistas, e pra minha condiçao de ser humano injustamente expatriado par fugir as guerras coloniais Portuguesas que o mundo inteiro ignorava. GOSTAVA MAIS DE ESTAR NO MEU ALENTEJO E IR VER TODOS OS JOGOS DO MEU SPORTING.
Digo-te Antonio, o Pauleta é um gajo simples simpatico e que se calhar ja fez mais pela comunidade tuga em França que a maior parte dos politicos democratas e que os intelectuais bem pensantes.
Um grande abraço amigo
Jacinto André

PS : desculpa la dos erros, ja nao sao meus, sao do tempo que passou, e ainda por cima esta teclas francesas nao tem os acentos como deve ser.

amv disse...

Jacinto

Compreendo o que diz, sobretudo em relação ao Pauleta. Acaba por ser uma situação estranha; conseguiu bons desempenhos nos dois clubes em França, e também em Espanha (Salamanca e Corunha), e na selecção é o recordista de golos, mas a verdade é que nas grandes ocasiões (Euro 2004 e Mundial 2006)pouco ou nada se viu. No Euro 2000 tivemos a sorte de Humberto Coelho optar por Nuno Gomes depois da lesão de Pauleta, na vergonha de 2002, no oriente, (com Oliveira) Pauleta lá cometeu a proeza dos três golos à Polónia, só que por mais proezas que cometesse aquela selecção parecia mesmo destinada ao falhanço, o que se confirmou.
Quanto a ele em França ter feito mais pela comunidade portuguesa do que qualquer político, totalmente de acordo; ele de facto fez muito (e mesmo que tivesse feito pouco de certeza que ganharia na mesma aos políticos que temos).
Passando a outras coisas... É uma coincidência você ser de Montemor-o-Novo. É onde eu moro, não na cidade mas no meio de um montado, a caminho do Escoural. O meu romance que está ali na coluna ao lado («O que Entra nos Livros») passa-se por estes sítios.

Quanto ao Sporting, mesmo com gente má na gestão, pode ser que tenhamos um final de época com alegrias. Vamos ver...

Um abraço amigo,

António

Cœur de Lion disse...

Fica um convite para nos encontra-mos em breve na minha proxima fuga a Montemor.
www.nucleomontemor.net
Um abraço
Jacinto

amv disse...

Jacinto

Está combinado. Diga depois qualquer coisa.

Um abraço,

António