domingo, 6 de janeiro de 2008

Um clube à deriva

O regresso do futebol, nomeadamente o Boavista 2 – Sporting 0, serviu para comprovar o que eu já pensava do estado actual do meu clube. O Sporting está à deriva, sem grande esperança de que alguma coisa mude nos tempos mais próximos. A lógica acaba por prevalecer, diga-se o que se disser; não seria de esperar um cenário diferente de um clube que tem como figura máxima (de competência mínima) um presidente que lhe dedica uma hora por dia e que já admitiu que pouco ou nada percebe de futebol.

2 comentários:

Luis Eme disse...

O estranho é não aproveitarem o empate do vizinho da 2ª circular (o meu Benfica, quase com boxe no relvado) para chegarem ao segundo lugar...

Luís Graça disse...

Eu já não ligo nenhuma. Não dói nada. Só vi os últimos 20 minutos.
Vem aí grande espectáculo televisivo para as madrugadas. O Open da Austrália, no Europsort. Lambo sempre os beiços.