quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Uma entrevista

Diria que alcançou um estilo literário próprio e facilmente identificável por quem o lê?
Acho que dá para perceber que os meus livros são realmente meus. Não sei. Mas foi uma coisa a que desde o início me habituei, porque logo quando saiu o primeiro livro alguém escreveu num jornal que era mais fácil falsificar um quadro de Dali do que assinar um livro meu com outro nome. Talvez pelo exagero que tinha, a frase acabou por ser citada várias vezes e isso ajudou a que, de vez em quando, eu fosse confrontado com essa história do estilo próprio. Depois há outra coisa, eu entro nalguns dos meus livros. Quem, além de mim, iria colocar-me num livro?

.
Toda a entrevista, feita por Lurdes Breda para o site «Livros & Leituras», aqui.
.

2 comentários:

Rita Norte disse...

Li a sua entrevista e fiquei bastante agradada. Espero vir a ler também um dos seus livros.

amv disse...

Rita, muito obrigado pelas suas palavras.