terça-feira, 21 de outubro de 2008

A estupidez

Ver aqui.
.

1 comentário:

Manuel Leão disse...

António:

Cosa dire? Cosa fare?

Fare niente!

Se o ridículo pagasse imposto, já não havia deficit.

Um abraço.