quinta-feira, 3 de julho de 2008

E mais uma frase

«António, na política há os chulos e os burros, e nós fazemos parte dos burros.»
Esta frase disse-me um amigo meu, várias vezes, nos tempos em que éramos ambos vereadores numa câmara, sem remuneração; já os restantes três membros do executivo, além de remunerados pelas funções que desempenhavam, eram também reformados por via dessas mesmas funções, apesar de andarem ainda por volta dos cinquenta anos (o tempo em tais funções contava a dobrar para efeitos de reforma, sendo que no limite podia dar-se o caso de uma pessoa ter mais tempo de descontos para a segurança social do que de idade; entretanto, este privilégio absolutamente imoral dos titulares de cargos políticos acabou, com excepção do caso do presidente da República; Cavaco Silva, a este respeito, não disse nem uma palavra e lá vai alegremente acumulando reformas e ordenado).
.

3 comentários:

Manuel Leão disse...

António:

Essa frase está cada vez mais actual. Não sei se os burros estão a aumentar ou não, mas os chulos, a julgar pelos "golpes" que cada vez mais acontecem, esses parece não haver dúvidas de que se têm multiplicado vertiginosamente. Parece a marabunta!

amv disse...

Manuel

Tenho ideia de que os chulos são mais do que os burros.

Abraço,

António

MMC disse...

Caro AMV

Já viu o chulo que aparece hoje na capa do SOL? Não é da política, é gestor de companhia de aviação.

Saudações