segunda-feira, 9 de junho de 2008

O verde, por aqui

3 comentários:

Luís Graça disse...

Um verdadeiro delírio!

António Souto disse...

Quando criança, na minha aldeia, descobria 'ninhos' destes, de verde e de muitas outras cores de esperança.
Em Lisboa, com esta idade, tudo fica mais cinzento...

Manuel Leão disse...

António:

Verde é sempre verde.

Mas há muita gente que não gosta.
Reparou como baniram o verde do equipamento da Selecção? Nem ao menos no equipamento alternativo aparece.
Está aqui um passarinho a dizer-me que eu sou tendencioso. Diz ele que eu deveria saber que a etiqueta, da composição do tecido, é verde. Não se vê mas é verde! O que deita por terra a minha observação. Este passarinho quase me fez crer que sou mesquinho.

Começo a desconfiar que o passarinho é, afinal, uma águia recém nascida.

Saudações desportivas e cuidado com a argumentação de certos passarinhos que não gostam de verde.