sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Escritores no meu romance (13)

Paulo Moreiras, Portugal
Partiria depois de te ter dado um nome, e assim ficaste: Álvaro Velhinho.
(excerto de «O que Entra nos Livros», página 141)
foto de Paulo Cunha

2 comentários:

d.e. disse...

Caríssimo Escritor,
Paulo Moreiras é uma óptima entrada do seu romance. Foi pela leitura de A Demanda de Dom Fuas que cheguei a Lazarilho de Tormes e ao romance picaresco. Além do mais é um apreciador de ginja, o que me lembra sempre Alcobaça, Óbidos e outras praças onde a bebida purpurina é rainha e senhora.

AMV disse...

«A Demanda de D. Fuas Bragatela» é um romance notável, esquecido não se percebe como pelas academias de cá no que respeita a prémios, quando foi de longe o melhor que se publicou em 2002.
Quanto ao «caríssimo» - não sei se isto lhe lembra alguma coisa - pode dispensá-lo, assim como o «escritor»; acho que António basta.

Um abraço,

António