segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Jihad cultural

A «jihad cultural», por Fernando Sobral, no «Corta-fitas», aqui... «O que o Governo está a fuzilar é o pensamento crítico, a possibilidade de questionar. No fundo a alma crítica de uma nação. Algo que não interessa à sociedade deslavada, tecnológica e de "design" puro que o sr. Sócrates está a tentar impor.»

3 comentários:

MS disse...

O Fernando é um cronista notável. José Sócrates é um político deplorável.

Manuel Leão disse...

Música, filosofia, ensino especial? É já a seguir!

Pensam que o homem é um benemérito?
Hum! Hum!

Querem que o homem fique na miséria?
Hum! Hum!

Tenham imaginação; arranjem alternativas.
Para o ensino da música, comprem uma "gaita-de-beiços"; para o ensino de filosofia liguem-se ao "blog" Câmara Corporativa. Com a vantagem de que "eles" também dão música! E que música...

amv disse...

Manuel

Folgo em vê-lo de bom humor. No país onde ser trafulhas é que parece que está a dar, ao menos valha-nos mesmo o bom humor.

Abraço,

António